05
May

Alojamento Local

Muito se tem falado no interesse imobiliário em Lisboa para alojamento local, tornando este assunto polémico sobretudo pela descaracterização da nossa cidade. Este é um debate que tem manifestado especial interesse às menta. Por um lado, ouvimos os proprietários dos imóveis que temos vindo a reabilitar, e por outro os habitantes dos bairros históricos que acabamos por conhecer e conviver bastante.

Há uns (poucos) anos atrás Lisboa era alvo de inúmeras críticas pela enorme quantidade de edifícios devolutos, alguns com poucos ou nenhum habitante. O investimento para a manutenção destes edifícios era pouco e o incentivo para uma reabilitação profunda por parte do estado era inexistente. Grande parte dos proprietários viram-se sem condições de manter o seu património: arrendavam os seus apartamentos a preços muito a baixo do mercado não conseguindo suportar, naturalmente, despesas de obras de recuperação para além das exigidas por lei.

Com o boom de turismo que temos vindo a assistir em Lisboa (e não só), esta realidade começou felizmente a mudar. Por um lado prejudicou quem vivia nestas casas com rendas muito baixas e pouca habitabilidade, mas por outro permitiu aos proprietários investir nos seus imóveis, gerando postos de trabalho e melhorando consideravelmente o aspecto da nossa cidade.

O turismo não enche apenas a cidade com mais pessoas, faz circular dinheiro, cria postos de trabalho e garante a sobrevivência dos comerciantes. É um factor importantíssimo para o desenvolvimento do nosso país.

À muito tempo que não ouvíamos Lisboa com o barulho dos berbequins e que assistíamos a edificios inteiros a serem reabilitados e conservados. São espaços que estavam esquecidos no tempo, e que finalmente estão a ser alvo de investimento.

Para temas como este, o nosso trabalho é fundamental. Temos todas as capacidadestécnicas e construtivas que nos permitem alterar o espaço sem o descaracterizar e sem perder a sua autenticidade. Até porque um turista que procure uma casa em Lisboa quer experiencia-la por completo. Um apartamento cá nunca poderá ser igual a um em Londres, por exemplo. Em bairros históricos como Alfama, Mouraria, Graça é necessário uma intervenção maior, pois originalmente estavam desprovidos de água canalizada, com inúmeros quartos e cozinhas interiores sem uma única abertura para o exterior. Isto para não falar dos degraus para os esgotos. Estas são as localizações chave para quem tem negócios como o Alojamento Local.

É muito importante conservar a malha antiga, mas saber adaptá-la às necessidades de quem vai habitar nestes apartamentos é o ponto chave. Para os proprietários é o momento ideal para investirem no seu património, até porque, este nunca esteve tão valorizado.

O apartamento que hoje alberga temporariamente um turista, amanhã continua capaz de ser utilizado e arrendado a um lisboeta. O mais importante é que estes apartamentos se reabilitem e que Lisboa continue a ser uma cidade maravilhosa para se viver e passear. Até porque, a qualidade do nosso sol, as pessoas e a gastronomia nunca entrarão em decadência.

A nossa empresa é especializada em reabilitação para Alojamento Local. Se precisa de ajuda para as obras ou apenas para o projecto de remodelação fale connosco. Entretanto, dê uma vista de olhos ao nosso vasto portfolio.